Você está em / Qualidade da água
Análises da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade.
Todos os sistemas de abastecimento coletivos de água, públicos ou privados, deverão cumprir as regras do decreto Decreto nº 5.440. O mesmo estabelece normas e prazos para que o consumidor receba informações quanto à qualidade da água que chega em sua casa.

Controle de Qualidade da Água.

O controle da qualidade é feito desde o momento em que a água entra na estação de tratamento, estendendo-se até as residências, onde existe um monitoramento através da realização de várias análises  diariamente, sendo que a potabilidade da água tem que estar de acordo com as normas OMS (Organização Mundial de Saúde).

O SAMAE cumpre criteriosamente ao Anexo XX da  Portaria de Consolidação Nº 5/2017 do Ministério da Saúde que estabelece os procedimentos e normas relativos ao controle e vigilância da qualidade da água destinada ao consumo humano e seu padrão de potabilidade.
 
 Além disso, para chegar até as torneiras com boa qualidade e atender as necessidades da população a água percorre um grande trajeto. Atento a isso o SAMAE conta com um capacitado corpo técnico que atua no laboratório, na Estação de Tratamento de água e manutenção de redes e ramais, de modo que à população possa tomar uma água de qualidade e sem quaisquer danos à saúde.
São realizadas as análises físico-químicas e microbiológicas em Laboratório próprio e no laboratório do CISAM-Sul. As análises de cianobactérias, produtos secundários da desinfecção, agrotóxicos e metais pesados cuja frequência é mensal, trimestral e semestral respectivamente e são realizadas pelo Laboratório do Cisam-Sul.

Resultado das análises
PARÂMETROS ANALISADOS DA ÁGUA

• Cloro Residual  - O Cloro é um agente bactericida. É adicionado durante o tratamento com o objetivo de eliminar bactérias e outros microrganismos que podem estar presentes na água.

• Turbidez - Turbidez é a medição da resistência da água à passagem da luz. É provocada pela presença de material fino (partículas) em suspensão (flutuando/dispersas) na água. A turbidez é um parâmetro de aspecto estético de aceitação ou rejeição do produto.

• Cor - A Cor é uma medida que indica a presença na água de substâncias dissolvidas, ou finamente divididas (material em estado coloidal). Assim como a turbidez, a cor é um parâmetro estético de aceitação ou rejeição do produto.

• pH -pH é uma media que estabelece a condição ácida ou alcalina de uma água. É um parâmetro de caráter operacional que deve ser acompanhado para otimizar os processos de tratamento e preservar contra corrosões ou entupimentos as tubulações do sistema de distribuição. É um parâmetro que não tem risco sanitário associado diretamente à sua medida.

• Flúor -  O flúor é um elemento adicionado à água de abastecimento, durante o tratamento, devido à sua comprovada eficácia na proteção dos dentes contra a cárie.

• Coliformes Totais  - Reúne um grande número de bactérias e  constituem um grupo de organismos com características comuns  e a sua presença guarda relação com bactérias patogências e outros vírus, por isso são indicadores de contaminação.
O resultado das análises de coliformes totais é indicada pela ausência ou presença em 100ml da amostra. O resultado deve apresentar ausência em 100ml por amostra.

• Coliformes Fecais ou Termotolerantes (Eschrichia coli) - Pertencem a esse subgrupo os microorganismos que aparecem exclusivamente no trato intestinal dos animais de sangue quente, de origem exclusivamente fecal e que dificilmente se multiplica fora do trato intestinal. É utilizado como indicador de poluição e contaminação das águas devido as suas características.

• Bactérias Heterotróficas -  Indicador da qualidade da água potável, sendo que os microrganismos são detectados por propagação em meios não-seletivos. Indica as condições sanitárias da eficiência das diversas etapas do tratamento da água.